quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Os AtraplhArte na Escola!


Esta 3ª feira recebemos na nossa escola a companhia de teatro AtrapalhArte, para alegria dos alunos de 6º ano que se divertiram imenso com a apresentação da peça Ali Babá e os 40 ladrões.
 
 
 
 
 




quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Sessão com o autor e ilustrador Pedro Seromenho

 
 
Esta terça feira, 31 de outubro, recebemos o autor e ilustrador Pedro Seromenho na nossa biblioteca.
 
 
 
 
Autor de vários livros infanto-juvenis como A Nascente de Tinta; 900 História de um Rei; Porque é
 
que os animais não conduzem; A cidade que queria viver no campo, entre outros.
 
 


Excelente contador de histórias, conseguiu elevar-nos a outra dimensão, a da imaginação, a do sonho!
 
Deixou-nos uma ilustração lindíssima para recordarmos a sua presença na nossa biblioteca.
 
 
Ainda teve tempo para uma breve entrevista idealizada por dois alunos do 7ºG
 
 
               




 
 
 
 
 
 

       
 


Festejando o Halloween!!


A nossa biblioteca esta semana! Muito divertida!
 
 

                   


                  








quarta-feira, 25 de outubro de 2017


Prémio LeYa 2017 para o romance "Os loucos da rua Mazur" de João Pinto Coelho
 
 
 
Este é o maior prémio para uma obra inédita escrita em língua portuguesa, no valor de 100 mil euros, e inclui a edição da obra pelo grupo editorial Leya.
 
 
 

 
 
 


sexta-feira, 20 de outubro de 2017





II Fórum Informal sobre Literacia Mediática
O Grupo Informal sobre Literacia Mediática (GILM) e a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) convidam todos os interessados a participar no II Fórum Informal sobre Literacia Mediática (FILM), dedicado ao tema Internet, Proteção de Dados e Literacia dos Media.

Programa: http://www.rbe.min-edu.pt/np4/np4/?newsId=2020&fileName=IIForum_Programa.pdf
 


MIBE 2017 • Ligando comunidades e culturas
Este é o tema definido pela International Association of School Librarianship (IASL) para o Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE).
 
 
 
 
 
Folio 2017
Inserido no Festival Internacional Literário de Óbidos, decorre, entre 20 e 22 de outubro, o 3.º Folio Educa, desta vez com o tema "Revoluções, Revoltas, Rebeldias". Veja toda a programação.
http://foliofestival.com/

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Livro "Daqui ninguém passa!" vence Prémio para a Paz Gustav Heinemann 2017

 

O livro "Daqui ninguém passa!", de Isabel Minhós Martins e Bernardo P. Carvalho, venceu o prémio alemão para a Paz Gustav Heinemann 2017 para livros infantis, anunciou a editora Planeta Tangerina.


Criado em 1983, em homenagem às políticas de paz do presidente alemão Gustav Heinemann, este prémio é concedido a livros que encorajem os mais novos a lutar pela coragem moral, a tolerância e os direitos humanos.
É a primeira vez que um livro infantil de autores portugueses é galardoado com este prémio, atribuído desde 1983, ano em que foi dado a Jörg Müller e Jörg Steiner pela obra "Die Menschen im Meer".
"Daqui ninguém passa!" foi publicado em língua alemã - sob o título "Hier kommt keiner durch!" - pela editora Klett, de Leipzig, com tradução de Franziska Hauffe.
O prémio, que resulta da escolha de um júri independente e tem um valor monetário de 7.500 euros, será entregue na cidade de Aachen, na Alemanha, no dia 05 de outubro.
"Daqui ninguém passa!", com texto de Isabel Minhós Martins e ilustração de Bernardo P. Carvalho, conta a história de um general que queria ser herói de uma história, mas para isso teria de enfrentar os perigos com coragem e ousar fazer o que achava que estava certo.
Durante a resistência nazi, Gustav Heinemann foi um dos mais destacados líderes da Igreja Confessional, um movimento dentro da igreja protestante que se opôs às ideias do regime.
Após a guerra, entre 1966 e 1969 foi ministro da Justiça e, em 1969, tornou-se no terceiro presidente eleito da República Federal Alemã, tendo lutado durante toda a vida pela via pacifista e pela resolução de conflitos sem violência.





Lusa15 Set, 2017, 16:42 | Cultura

segunda-feira, 11 de setembro de 2017



ESTAMOS DE VOLTA!
 
 
 
 
 
A Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho deseja a toda a comunidade escolar um excelente ano letivo!


segunda-feira, 24 de abril de 2017

"Todos estudamos Pessoa no ensino secundário e por isso criámos uma relação de amor-ódio, principalmente quando não tinhamos a experiência necessária para perceber o que ele escrevia." (Diogo Piçarra)

 
Com o intuito de lançar a abordagem ímpar à obra de um dos mais importantes escritores portugueses do séc. XX, Fernando Pessoa, o músico Diogo Piçarra juntou forças com a empresa de conteúdos educativos Betweien e criou o projeto Diogo Piçarra em Pessoa.
A partir da obra pessoana, o artista escreveu os seus próprios poemas e heterónimos num livro, desafiando os jovens a escreverem os seus, através de um projeto que envolve apresentações de música e teatro nas escolas.
 
 
Revista Cais, abril 2017
 
 



Sinopse:
 
A obra de Fernando Pessoa é um património valioso da cultura literária portuguesa. Lê-la, estudá-la e interpretá-la é um desafio exigente e aliciante, que te é lançado pelos teus docentes, durante o percurso escolar. Neste livro, Diogo Piçarra vai mais além e lança-te um repto diferente: uma abordagem ímpar à obra de Pessoa. Numa procura incessante de auto e heteroconhecimento, Diogo encontra-se em Pessoa, selecionando e reconstruindo 20 dos seus poemas, revisitando, igualmente, a sua heteronímia (Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis). Fá-lo tendo como alicerce as próprias vivências e, tal como Pessoa, torna-se plural, revelando três dos seus heterónimos e respetivas histórias de vida (Luna Thea, Walter Ego e Ingenuo Garcia). Estes, ao longo do livro, confrontam-se com os heterónimos de Pessoa, resultando, desse confronto, a edificação de diálogos estimulantes, acompanhados por ilustrações interpretativas, que te auxiliarão na descoberta e análise da obra de Pessoa.
No livro, encontrarás espaços de criação, que o Diogo Piçarra libertou, para que possas também executar este exercício de reconstrução da obra pessoana. Assim o faz, na expectativa de que também tu te encontres em Pessoa.